17 de maio de 2012

Douglas X Douglas
















A idade ja nao me importa mais.
Quatro paredes
e apenas o desejo
de te ter ao meu lado.
Nudez sorrateira
de uma taca de tinto vazia!

Quero apenas falar abobrinha,
sentir o suave sabor
do doce perfume
nos seus labios
fechados,
ouvir no silencio,
as batidas do seu coracao.

Sexo faco no banho,
nas linhas tortuosas e escuras
do meu pensamento...
Quero amar,
compartilhar a ternura da admiracao
pela beleza da vida, da arte...
Quero colorir a dor,
transcender  a vitoria,
reviver a memoria
de um homem
que aos seis anos
ja sentia o sangue nas veias.

Sou a brisa suave de uma noite fria.
Sou o subconsciente preenchido
pelo vazio de um mundo doente:
a realidade!
Sou o carinho, o suspiro, a saudade.
Um olhar sincero, um toque suave.
Um poema brando escrito na pele,
como se mais nada no mundo
fosse despertar.

Sou a esperanca de um amor eterno,
de uma amizade verdadeira,
a fotografia sincera
de uma vida (di) vivida!



4 comentários:

Vagner Figueiredo disse...

Mudei de e-mail. Como você esta?
Como anda as artes? rs
Abraço.

Figueiredo, Vagner disse...

Tudo bom Douglas!
Tô te convidando para participar do grupo que fiz no facebook para nós blogueiros, ok?

O link é este, te espero lá!

https://www.facebook.com/groups/310688812354166/

Rodrigo Faver disse...

Lindo texto!

Rodrigo Faver disse...

Lindo Texto!