3 de agosto de 2009

SERA' ?

Vamos refletir um pouco hoje sobre a duvida... Sera’ que parar e pensar em alguma outra alternativa diante de uma situação faria alguma diferença, ou ter sempre a intuição ligada e’ o que realmente importa?

Não houve sequer um dia que eu não parasse pra analizar o que realmente importa na minha vida, o que realmente poderia fazer a diferença no mundo, ou seria o meio que induziria o homem a      agir de uma maneira mais adequada? Mas a dificuldade para entender pode também ser vista como uma duvida, nem sempre assumida, ou simplesmente para admitir como verdadeiro.

Incerteza, vacilação sobre a realidade de alguém ou de um fato, hesitação em tomar uma decisão diante diversas opiniões...Muitas vezes as pessoas se escondem atrás das duvidas pra não terem que tomar decisões, não terem que assumir pontos de vista que possam compromete-las.

Que e’ possível duvidar das nossas sensações, das nossas imaginações e dos nossos pensamentos, e’ coisa que qualquer um de no’s pode testemunhar. Que e’ possível colocar todas as nossas representações entre parênteses, reduzindo o mundo a uma hipótese, e’ também certo. Descartes nos assegura ter encontrado a certeza da duvida:  a duvida e’ um pensamento e, no instante em que penso, não posso duvidar do que penso.

Ser ou não ser? Eis a questão!

 

“La verdad es lo que es y sigue siendo verdad

  aunque se piense al reve’s.”

                                                Antonio Machado

2 comentários:

Aninha disse...

Oi, to aqui no seu blog e claro q gostei. O que mais vou dizer, q t adoro, q pra mim vc eh maravilhoso. Isso eh puro cliche mas eh verdade.
To morrendo de saudades. Qdo eh que vou ter o prazer de andar pelas calcadas do Rio de Janeiro ao seu lado? Gde bj Ana Lucia

Dr. Diario disse...

oi annha adorei a visita saudades tambem e volte aqui sempre quero ver seu comentario nas minhas loucas reportagens...beijao